Bolinhas de Portugal

También te podría gustar...

8 Respuestas

  1. QUE BUENO .. con buttermilk tiene que quedar muy tierno.. me encanta esta receta y no tardare a probarla- gracias
    besos
    alimonia

    • Verónica dice:

      Me alegro de que te guste. Yo también tengo fichadas alguna de las tuyas 😉

    • Graça dice:

      De facto resultou numa receita muito apetitosa.
      Já agora, como portuguesa, permitam-me esclarecer:
      As bolitas da praia são as chamadas "Bolas de Berlim" em Portugal; possivelmente bolitas de Potugal para atrair os turistas.

      Retirei a seguinte informação da wikipédia e permito-me dar-vos a receita retirada do blog Sabor Intenso. Aí poderão ver as fotos ou simplesmente procurarem no Google por: Bolas de Berlim

      Bola de Berlim

      Bola de Berlim portuguesa.
      Berliner, bola de Berlim alemã.

      As bolas de Berlim são fritas e polvilhadas com açúcar, antes de serem recheadas com o creme pasteleiro. As suas congéneres alemãs têm um diâmetro um pouco menor e são normalmente polvilhadas com açúcar mais fino.

      Em Portugal, é possível encontrar bolas de Berlim na maioria das pastelarias, que, por vezes, também as apresentam sem recheio. São muito consumidas nas praias do sul do país.

      [editar] Na Alemanha e no mundo a versão alemã da bola de Berlim é denominada Berliner Pfannkuchen (bolo berlinense de frigideira), Berliner Ballen (bola de Berlim) ou simplesmente Berliner (berlinense), fora de Berlim. É confeccionada com uma farinha doce com fermento, frita em óleo ou outra gordura, recheada com compotas e polvilhada com açúcar em pó. Por vezes, são também recheadas com chocolate, champanhe ou licor advocaat, ou apresentadas sem qualquer recheio. O recheio é injectado com uma seringa grossa, após a fritura, não sendo visível antes de o bolo ser trincado ou partido.

      Para além dos nomes referidos, existem ainda outras variações regionais de bolas de Berlim na Alemanha. Apesar de a maior parte das regiões as chamarem Berliner (Ballen), os habitantes de Berlim, Brandemburgo e da Saxónia conhecem-nas como Pfannkuchen, designação utilizada no resto do país para panquecas.

      ………..
      Nos países de língua inglesa, são conhecidas genericamente como doughnuts e são normalmente recheadas com compota. Nos Estados Unidos da América, são sobretudo conhecidas como Bismarcks. Na Austrália, o termo berliner também é utilizado, sendo o recheio aplicado após um corte transversal.

      ………………………
      Receita de Bolas de Berlim

      Os ingredientes são de uma receita portuguesa, mas o modo de preparação são de uma revista alemã.

      Ingredientes para 12 a 15 bolas de berlim:

      15 gr de fermento de padeiro
      1 dl de leite
      350 gr de farinha
      60 gr de manteiga
      50 gr de açúcar
      Raspa de 1/2 Limão
      1 pitada de sal fino
      1 ovo
      1 colher de sopa de Aguardente
      Óleo para Fritar
      Açúcar para polvilhar
      Doce de ovos para o recheio
      Preparação Tradicional:

      1. Desfaça o fermento no leite morno e junte os restantes ingredientes, amasse bem até a massa se despegar das mãos.

      2. Coloque a massa num alguidar tapado com película aderente e com um pano e deixe levedar cerca de 30 m até dobrar o volume (pode por ao pé de um aquecedor).

      3. Depois esvaziar a massa dar a forma de uma bola e esticar com um rolo.

      4. Depois com um copo pequeno fazer as bolas e colocar num tabuleiro para levedar mais um pouco cerca de 30m (elas aumentam de volume mas não o dobro).

      5. Colocar ao lume um tacho com bastante óleo.

      Agora na fritura é que está o segredo, a temperatura do óleo não pode estar muito quente (deve estar mais ou menos 170º) para elas não fritarem rapidamente senão não crescem e podem ficar cruas por dentro, vai-se virando as bolas com um garfo até estarem douradas por igual, elas na fritura aumentam de volume.

      Escorrer e passar ainda quentes pelo o açúcar.
      Depois com uma faca dar um corte e rechear.

      Bom Apetite.

    • ¡Hola, GraÇa!
      Aunque no entiendo muy bien el portugués, te agradezco tu aportación.
      Evidentemente, estas bolinhas no tenían vocación de ser las tradicionales portuguesas; eran más bien un intento de recordar, con mis hijos, los buenos ratos de playa veraniega.
      En cualquier caso, gracias por la receta más tradicional que me das. En cuanto pasen las fiestas navideñas, no te quepa duda de que las probaré.
      Muchas gracias.

  2. Miro el enlace y entro a ver esta receta, compruebo que en fechas muy parecidas estuvimos en Huelva y pasamos a Portugal. No sé tú, pero yo fui a mitad de septiembre de 2012. Vamos, casi igual. No comí esto pero sí que disfruté de un pulpo que desde entonces quiero hacer y aún no me he atrevido con él. Besos

  3. Una maravilla! Siempre que podemos nos vamos hasta Portugal a pasar unos días, claro que nosotros lo tenemos mucho más cerca 😉 La repostería portuguesa es simplemente un vicio de los gordos, todo está buenísimo. Un beso!

  1. 31 mayo, 2017

    […] bolinhas de Portugal. […]

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *